Como Ter Sucesso?

By André Gibran | Empreendedorismo

Desde que comecei a empreender em 2013, ​passei a prestar atenção ao que as pessoas faziam. Uma boa maneira de começar em qualquer área é observar o que os grandes nomes dessa área fazem e então fazer algo parecido.

É como o processo de aprender a falar: você enquanto bebê observa e escuta as pessoas ao seu redor, e aos poucos vai se esforçando para fazer igual. E quando menos se espera, sai o primeiro “papai” ou “mamãe”.

Em Programação Neuro-Linguística isso se chama “modelagem”, e há uma frase famosa que diz o seguinte: “O Sucesso Deixa Pistas”. E eu estava disposto a seguir as pistas das pessoas de sucesso...

​Como comecei a empreender...

​Em 2013 eu ainda era funcionário do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e buscava uma forma de sair daquele cargo e fazer algo na vida que me desse mais prazer.

Pra encurtar a história, um dia eu conto ela toda pra você, eu me vi um dia pesquisando na internet sobre “como trabalhar pela internet” e “como trabalhar de casa”. Minha princesa Lara nessa época já tinha 4 anos e eu queria muito ficar mais perto dela, e trabalhar em casa era a solução.

Fazendo essas pesquisas, tive a sorte de encontrar uns caras que foram e são referência pra mim até hoje. Um deles, de quem acabei me tornando aluno depois, se chama Conrado Adolpho. E o outro, Seiiti Arata. Na verdade encontrei os dois de uma vez só, numa entrevista em que o Seiiti entrevistava o Conrado.

Nessa entrevista em questão tinha tanto conhecimento útil pra mim que eu não acreditava que aquilo estava ali de graça na internet. Mais tarde eu acabei comprando um curso completo do Conrado Adolpho, e isso mudou minha vida completamente. Em 2013 saí do Tribunal de Justiça e hoje trabalho em tempo integral com o que eu amo fazer, que é ajudar, motivar e inspirar pessoas através da internet.

​Essa foi a entrevista que eu assisti:

​Para ter sucesso é preciso ajudar

Então voltando ao nosso tópico, o que a palavra “ajuda” tem a ver com empreendedorismo?

E o primeiro exemplo que eu vou dar é do mercado em que eu atuo, particularmente, que é o mercado digital.

Na internet, quanto mais se ajuda no gratuito, mais retorno se tem no pago. Veja só: quando eu comecei a trabalhar pela internet eu abracei um nicho, que era o nicho de artesanato. Eu não sei fazer artesanato mas eu entendo de marketing digital. E comecei a notar que a maioria das páginas de artesanato no Facebook provavelmente não tinham nenhum resultado em vendas por conta da maneira que eram geridas.

Então escolhi trabalhar nesse nicho ajudando artesãs. A ideia era criar cursos pra elas, que as ensinasse como ganhar dinheiro vendendo suas peças de artesanato pela internet com eficiência.

Eu precisava que as pessoas me conhecessem, porque nesse mercado ninguém me conhecia. Então comecei a fazer como tinha aprendido. Comecei a ensinar de graça. Fazia vídeos, escrevia artigos, ajudava em grupos de Facebook respondendo dúvidas de artesãs sobre vendas.

Com isso algumas pessoas passaram a me conhecer e a confiar no que eu dizia, porque fazia sentido. Algum tempo depois lancei meu primeiro curso, que se chamava “Como Vender Patchwork pelo Facebook”. Ganhei cerca de R$2.500,00 em uma semana de vendas, e na época fiquei feliz demais!

Além disso, depois de um tempo fui chamado para participar de vários programas de televisão para falar sobre como ter sucesso com artesanato.

Tudo isso provou pra mim que a estratégia de ajudar funcionava. Ajudar gratuitamente torna você conhecido, aumenta sua autoridade.

Fora do mercado digital, ajudar é igualmente importante. Se você prestar atenção, todo empreendedor de sucesso só tem sucesso porque ajuda pessoas.

​O dono da Wise Up

Não sei se você conhece um cara chamado Flávio Augusto. No mundo do empreendedorismo ele é muito famoso. O Flávio é bilionário hoje, mas começou do zero, saindo da classe média do Rio de Janeiro para multi-empreendedor e dono do time de futebol Orlando City.

Pois bem, como o Flávio fez sua fortuna? O primeiro empreendimento de sucesso dele foi criar uma escola de inglês cujo foco era o ensino de adultos. O nome dessa escola, famosa hoje, é Wise Up.

Pare pra pensar: será que uma escola de inglês ajuda pessoas? A resposta é bem óbvia. Claro! As pessoas entram na escola, estudam e adquirem uma habilidade importantíssima para a vida. Através disso tem a possibilidade de trabalhar em empregos melhores. A vida muda.

Então, sim, o Flávio Augusto se enquadra no que estamos falando aqui: ajudar para ter sucesso.

​De jornalista a YouTuber milionária

Outro exemplo pra você: Nathalia Arcuri. Ela ensina gratuitamente sobre finanças em seu canal de YouTube chamado “Me Poupe”. Através desse canal ficou conhecida na área financeira e aos 32 anos fez seu primeiro milhão. Ela tem pelo menos um curso pago de educação financeira além de ganhar dinheiro do próprio YouTube pelos anúncios. E claro que ela também recebe muito bem pelos investimentos que faz.

Enfim, se você analisar, vai perceber que todo empreendedor de sucesso só conseguiu isso porque ajudou e continua ajudando muita gente com seu empreendimento.

​Princípios Bíblicos para o Sucesso

E isso que eu estou te falando aqui não é nenhuma recomendação nova. Essa recomendação foi feita há muito tempo num dos livros mais antigos da história: a Bíblia Sagrada. Veja:

​Deem e será dado a vocês: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês".
Lucas 6:38

Nesse versículo fica claro o que você tem que fazer pra receber o que deseja: você precisa dar! E é isso que o empreendedor faz. Ele disponibiliza produtos e serviços que ajudam outras pessoas, que resolvem problemas.

E sobre resolver os problemas dos outros, isso também é um tema bíblico. Dá uma olhada:

​Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.
Filipenses 2:4

Dificilmente uma pessoa egoísta consegue ser um empreendedor de sucesso. Como prega o texto bíblico, é preciso cuidar dos interesses dos outros. E isso é empreender: resolver problemas das outras pessoas.

E você, qual a sua situação? Você já empreende? Deixe seu comentário abaixo me contando um pouco sobre você e seus planos de sucesso.

Grande abraço!

Follow

About the Author

Multi-Empreendedor Digital desde 2013, apaixonado em ajudar através da internet, servo de Deus, viciado em progresso e positividade. Há muito tempo percebi o poder da comunicação e das estratégias para o sucesso. Desde os 14 anos (faz teeeeempo mesmo) leio e aprendo sobre esses assuntos, e agora compartilho aqui com carinho com você!

  • André Gibran disse:

    Você entendeu que ajudar é fundamental para empreender? Deixe seu comentário. Vou gostar de ler!

    • Paula Y Artes disse:

      André tenho ouvido diariamente seus audios do canal, hoje ao ouvir, foi como que uma resposta mas sem entender, já não falo profissionalmente mas sim pessoal, porque tinha acabado de acontecer algo qie eu perguntava a mim mesma porque os outros não são para mim como eu sou para eles? Porque neste verão sempre que ia à praia com os meus filhos chamava os meninos da vizinha pois ela ainda trabalhava e eu levava os meninos junto comigo, agora ela ficou de férias( e eu também não vou à praia todos os dias como é obvio ,)ela vai e faz muito bem , mas em vez nenhuma me disse agora levo eu os teus , não sei se me estou a fazer entender e fico triste porque os meus filhos mesmo me disseram isso tristes também, não levei os meninos dela com intenção de ... mas no fundo dói saber que não me fazem o mesmo que eu faço. Desculpe o comentário grande, bjs

      • André Gibran disse:

        Paula, uma conversa franca sem ofensas é o que eu indico pra você nessa situação. Sei que é chato, mas é melhor do que o tempo passar e os ressentimentos ficarem. Se continuar assim, uma hora você explode e as coisas pioram.
        Então é melhor simplesmente perguntar porque ela não convidou seus filhos. Sem ofensas e sem ânimos exaltados.

    • Ana nogueira disse:

      Olá André!
      Eu pratico o: “É dando que se recebe”
      Minha vida sempre foi pautada nesta frase.
      O que eu sei ou aprendo , mesmo com dificuldades , eu me sinto muito feliz em passar para ajudar o outro .
      E isto de uma maneira ou outra, sempre me retorna .
      Muito agradecida a vc pelos seus ensinamentos.🙏

    • Rubem Prux disse:

      Bom dia. Preciso alguém que faça a instalação e configuração do Active Member 360 com Hotmart. Já tenho e uso o Active Campaign. Meu site http://www.noticiasfiscais.com.br é atualizado diariamente e envio um boletim também diário com a manchete das notícias a todos os que quiserem. Para ler a íntegra da notícia deve ser assinante. Uso sistema de cobrança muito manual e quero algo mais automático e mais moderno. O senhor faz esse tipo de trabalho ou pode indicar alguém? Obrigado. Rubem Prux

  • Outro exemplo da Bíblia é aquela parte que fala
    Lança teu pão sobre as águas e depois de muitos dias o acharás
    Tô adorando seus áudios no telegram André
    Deus tem muito ainda pra te abençoar, pois vc nos ajuda muito. Abraço!

  • Simone da Rosa disse:

    É mágico o que você Faz,estimulando acreditando em cada pessoa nos grupos mesmo sem conhecer, Deus te usa grandemente e isso é só o começo. Obrigada por acreditar em cada uma de nós, Deus te abençoe a cada dia.

  • Ana Lucia Santana disse:

    Belíssimo artigo André. Me fez lembrar o início de minha carreira como técnica em segurança do trabalho, quando ao finalizar o curso, busquei oferecer palestras gratuitas em eventos nas empresas, principalmente em pequenas empresas, com o intuito de divulgar meu nome no mercado, mas também visando a conscientização dos empregadores e empregados quanto a preservação da vida de todos que compõem aquela instituição. Com isso, começaram a surgir propostas de trabalho e reconhecimento. Em outro emprego, executei e compartilhei alguns trabalhos com gestores de outras unidades, levando a regional a destaque a nível nacional e, consequentemente, consegui destaque e até premiação, tornando a unidade que eu gerenciava a referência entre todas as outras.
    Enfim, os relatos aqui não são para me engrandecer, mas para reafirmar o que está sendo abordado: É preciso plantar para depois colher. E no aspecto da Bíblia, li dois livros que provavelmente muitos já leram, o Monge e o Executivo e o sequencial Como se tornar um líder servidor, que reforçou muito esse princípio de se doar, de servir para ser servido.
    Fico grata e feliz por essa abordagem baseada na Bíblia que é o nosso maior manual de vida. Parabéns pelo que tem desenvolvido em favor da nossa classe.

  • >